Rua do Infante Dom Henrique, nº 20 
4050-296 Porto – Portugal 

(+351) 932 987 000 / (+351) 960 477 112 

geral@bagoduva360.com

Avenida da Republica 1926, SL Dto Frente
Gaia
Portugal

+351221110303

Vale do Douro, em Portugal: 5 dicas essenciais para conhecer a região

Blogue

Vale do Douro, em Portugal: 5 dicas essenciais para conhecer a região

Antonio Rocha

O Vale do Douro, em Portugal, ou mais exatamente o Alto Douro Vinhateiro, tem uma paisagem que é considerada Patrimônio Mundial da Humanidade. Não é por menos: combina o rio Douro, as encostas acidentadas e verdes, cheias de parreiras de uva, e uma cultura única: essa é uma das mais antigas regiões vínicas demarcadas no mundo.

Se você quer provar o famoso vinho do Porto direto da fonte ou já viu um desses cenários do Norte de Portugal no seu feed do Instagram e sonhou em conhecer a região, então essas dicas para aproveitar e conhecer bem região do Vale do Douro, em Portugal, são para você.

Saindo da cidade do Porto, a viagem é de 1h30 até a região do Douro, o que torna esse um passeio imperdível para quem visita o Norte de Portugal.

Quais vinícolas do Douro colocar no seu roteiro?

Há centenas de vinícolas na região do Douro. Algumas delas apenas produzem uvas, outras fazem o próprio vinho e ainda há aquelas que até fazem vinho, mas vendem para outras. Normalmente, o turista visita as Quintas, que são mais do que fazendas que produzem vinhos.

O que há de tão especial nas quintas do Vale do Douro é que, desde 1756, época do Marquês de Pombal, elas foram demarcadas como as únicas do mundo que podem produzir o Vinho do Porto. E, ainda, é numa quinta que você terá a chance de ver os grandes barris e tonéis de vinho, aprender mais sobre a produção da bebida e degustá-la.

Desgustação de vinho com vista

Desgustação de vinho com vista

Por um lado, o fato de haver centenas de quintas e vinícolas para visitar é o que torna o Vale do Douro em Portugal um espaço tão especial. Por outro, para quem precisa escolher aonde ir, pode ser um pouco complicado. Certamente a internet é uma boa fonte de informações sobre isso e sites como o Tripadvisor podem ser uma boa referência para escolher onde ir. O problema é que talvez você acabe indo apenas a casas muito famosas ou comerciais e não consiga conhecer produtores menores ou os mais especializados, tipo aquele cuja garrafa você não encontra em qualquer lugar.

As grandes casas do vinho do Porto, com nomes internacionais, dominam o mercado e têm a vantagem de terem Colheitas e Vintages muito antigos. Mas nos pequenos e médios produtores portugueses podemos encontrar os fantásticos vinhos DOC Douro que tem ganhado muita fama. As grandes casas têm a estrutura turística mais organizada, mas também vão ser mais concorridas, enquanto os outros vão transmitir um sentimento mais familiar, com produtos de ótima qualidade.

O Vale está repleto de vinícolas estupendas

O Vale está repleto de vinícolas estupendas

O Vinho do Porto… mas não esqueça todos os vinhos além dele

A maioria dos brasileiros que vem a Portugal já ouviu falar do Vale do Douro por conta do seu produto mais famoso, o Vinho do Porto. Conhecido por ser doce e com forte teor alcoólico, uma garrafa de Porto no Brasil não custa nada barato. E para piorar, no Brasil não é fácil encontrar a variedade de tipos e sabores produzidos nessa região de Portugal.

Talvez você não saiba, mas o Vinho do Porto é tão especial porque, antes dos açúcares das uvas terminarem de fermentar, os produtores acrescentam aguardente (uma espécie de cachaça de uva). O tipo da uva usada, a colheita, a forma e o tempo de armazenamento vão influenciar no vinho que você vai provar: Tawny, Ruby, Branco, Rosé. E ainda, Reserva, LBV, Vintage…

Algumas adegas são verdadeiros santuários

Algumas adegas são verdadeiros santuários

No Alto Douro Vinhateiro também se produz excelentes vinhos de mesa: tintos incríveis, vinhos brancos complexos, rosés refrescantes... e outro tipo de vinho licoroso que nem todo mundo conhece, como o Moscatel.  Visitar o Vale do Douro, em Portugal, é uma chance de experimentar tudo isso direto da fonte. Saiba mais sobre os diferentes tipos de vinho produzidos no Douro, em Portugal.

Se beber, não dirija

Outro dia postamos no Instagram uma foto de uma visita a uma quinta e as nove garrafas de vinho que o grupo havia degustado. A pergunta que mais recebemos a respeito foi: nossa, mas quem foi o motorista da rodada?

Veja bem, esse é o melhor segredo para visitar o Douro, em Portugal: tenha a tranquilidade de poder beber sem ter que se lembrar do carro. As estradas sinuosas, as encostas acidentadas são melhor apreciadas sem preocupações como o GPS e dirigir no exterior.

As estradas que ligam o Porto ao Douro

As estradas que ligam o Porto ao Douro

Ao contratar um passeio guiado pelo Douro, você se livra desses problemas e pode comer e beber à vontade. E, escolhendo uma agência especializada, garante que vai experimentar realmente os melhores vinhos, ver as vistas mais legais e fugir de pegadinhas para turistas.

A Bago D’Uva é uma empresa dirigida por um casal de portugueses com formação na área da enologia e turismo. É especializada em tours vinícos pelo Douro, a partir do Porto, com grupos bem pequenos. Dá uma olhada no programa do Tour, que inclui visita a duas quintas, almoço, parada em miradouros, degustação de doces e muitas surpresas pelo caminho.

Melhores lugares para apreciar a vista do Vale do Douro, em Portugal

Para apreciar a vista incrível do Vale do Douro, fique de olho em miradouros. Nem sempre essas paradas são óbvias ou de fácil acesso. Mas uma vez no topo das montanhas, entre os vilarejos, você vai ter a chance de ver a região do Douro em todo o seu esplendor.

O Douro é lindo, mas algumas vistas são de fazer cair o queixo

O Douro é lindo, mas algumas vistas são de fazer cair o queixo

O tour da Bago D’Uva, por exemplo, leva até o Casal de Loivos, que tem uma paisagem que a BBC considera uma das mais bonitas do mundo. Outros miradouros incríveis na região são o de São Salvador do Mundo, que além da vista do rio também conta com um conjunto de capelinhas; o de São Domingos, com mirantes para as cidades de Mirandela, Vila Real e Bragança; e o de São Leonardo de Galafura, de onde se vê Régua e o rio.

Não é só do alto que a vista do Vale do Douro impressiona. A estrada N222 é considerada uma das mais bonitas de Portugal. Nos quilômetros entre Peso da Régua e Pinhão, você trafega junto ao curso do rio, com as montanhas ao redor.

Os sabores do Douro: comidas típicas do norte português

Em Portugal, uma mesa farta é regra e não apreciar boa comida é praticamente um crime. Apesar do país ser pequenino, cada região tem seus sabores típicos. Os do norte incluem muitos produtos que acompanham muito bem um bom vinho. Para começar, o azeite, que está presente em quase todos os pratos salgados.

Não vai querer perder a oportunidade de provar azeite no Douro

Não vai querer perder a oportunidade de provar azeite no Douro

Do rio vem peixes como a truta, a lampreia e o sável, normalmente servidos fritos ou cozidos no vinagre. Das pastagens vem algumas carnes bovinas de raças dali, como a Barrosã e a Mirandesa. Cabritos e borrego, assados com arroz, são comida de festa que alimentam uma aldeia inteira. Além disso, do porco tudo se aproveita: não só a carne como os embutidos (chamados de enchidos em Portugal), como o chouriço, salames e presuntos deliciosos. Há também aqueles embutidos tipicamente portugueses, cheios de tempero e com história, tipo a alheira ou a farinheira.

Não deixe de provar pratos com nomes e descrições que podem parecer estranhas, mas que são deliciosos. Estou falando dos rojões (pedaços de carne de porco, da barriga ou da perna, marinados no vinho), do sarrabulho (um guisado de miudos de porco e cabrito com sangue) ou das tripas à moda do Porto (vários tipos de carne, incluindo miúdos e enchidos, cozidos com feijão branco - lembra uma feijoada).

Na sobremesa, doces feitos com amêndoas e/ou com ovos são muito comuns. Velhos conhecidos como o arroz doce ou o pão de ló também são parte da culinária do norte, mas podem ganhar um toque especial embebidos de vinho do Porto!

Alguns dos doces maravilhosos do Norte de Portugal

Alguns dos doces maravilhosos do Norte de Portugal

Vale a pena acrescentar que o tour da Bago D’Uva inclui um almoço em restaurante típico na beira do Rio Douro.

Luíza Antunes
Jornalista e Blogueira

Luíza Antunes